Vingadores: Ultimato | Crítica

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Análise sobre o filme “Vingadores: Ultimato” da Marvel Studios, o quarto da saga Vingadores, aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica da trama cinematográfica:

Nome: Vingadores: Ultimato (Avengers: Endgame)

Estreia: 25 de abril de 2019 (Brasil) – 3h 02min

Direção: Joe Russo e Anthony Russo

Elenco: Bradley Cooper, Brie Larson, Chadwick Boseman, Chris Evans, Chris Hemsworth, Dave Bautista, Don Cheadle, Evangeline Lilly, Floyd Anthony Johns Jr., Gwyneth Paltrow, Hiroyuki Sanada, Jeremy Renner, Jon Favreau, Josh Brolin, Karen Gillan, Mark Ruffalo, Paul Rudd, Robert Downey Jr., Scarlett Johansson, Sebastian Stan, Terry Notary, Ty Simpkins, Vin Diesel

Distribuidora: Walt Disney Studios Motion Pictures


Finalmente nos é mostrado o ápice da saga infinito da Marvel Studios. “Vingadores: Ultimato” já chega nos cinemas quebrando recordes de bilheteria (o que não é difícil para a Marvel/Disney) com o objetivo de concluir 11 anos de filmes interligados, algo inédito na história do cinema, e deixar seus fãs muito felizes. Se você vai ao cinema achando que verá apenas um filme de super heróis, está muito enganado. Essa é a cinematografia suprema, o sonho de qualquer fã, algo absurdo, perfeito, feito para ser um marco na história e passar nas retrospectivas de 2019 como um dos maiores eventos do ano. Vale muito parabenizar Kevin Feige e todo seu trabalho excepcional em representar o mundo dos quadrinhos nas telonas, dando vida e importância a personagens não conhecidos e outros já queridos pelos fãs. Nesses dias antes da estreia muito tem se falado de spoilers, porém, se você levou algum deles, fique tranquilo, o espetáculo é muito mais do que isso.

O quarto filme dos heróis mais poderosos da terra consegue responder várias questões que foram feitas nos filmes anteriores, trabalhar seus personagens e ter uma trama muito bem elaborada. Os irmãos Russo conseguiram transmitir toda emoção dos personagens, lutas lendárias e REFERÊNCIAS. Como era de se esperar, Steve Rogers e Tony Stark são os protagonistas e possuem uma história mais arquitetada que os demais, seguidos de Thor, que tem grande mudança desde os eventos de Guerra Infinita. As histórias de Capitão América e Homem de Ferro são espetaculares e a altura desses dois personagens icônicos do MCU. A dupla Natasha Romanoff e Clint Barton recebe um destaque especial também, remetendo o primeiro filme dos Vingadores. Hulk é outro personagem que sofre grande mudança, tendo a parte mais importante do seu arco nesse filme, no que tange sua relação com Bruce Banner. Scott Lang e Nebulosa foram dois personagens essenciais para a trama, porém não posso falar nada além disso, pois qualquer coisa que eu disser aqui pode ser um spoiler. Carol Danvers pode ser considerada uma das decepções do filme, tendo pouco tempo de tela, mas nos dando uma personagem poderosa.

Josh Brolin nos presenteia mais uma vez com uma ótima atuação na pele de Thanos, que volta para mostrar porquê é o maior vilão do MCU e merece ser temido por todos. Porém, um pouco diferente de Guerra Infinita, ele não tem necessidade de ter tanto tempo de tela na trama, já que seu plano foi mostrado e efetuado.
Os efeitos especiais dispensam comentários e, em relação ao Titã Louco, pode até ser observada uma melhora, por incrível que pareça.
As cenas de luta são espetaculares também, porém, o embate final não pode ser tratado apenas como uma luta, ele merece ser aplaudido de pé e lembrado por muito tempo, pois a Marvel nos entrega um mega evento que ultrapassa qualquer expectativa. É realmente a conclusão épica que os fãs esperaram por tanto tempo, a conclusão de todo um trabalho muito bem montado e digno da maior estreia do cinema mundial.

Por todos esses aspectos, “Vingadores: Ultimato” consegue estabelecer uma saga sólida e que será amada por muitos (assim como Senhor dos Anéis, Harry Potter, Star Wars…), sem perder a essência da Marvel, de um filme que equilibra humor e tensão, ação e emoção, deixando o público perplexo e sem vontade de mais, pois o que lhes foi entregue consegue satisfazer qualquer fã.
Opinião: Acompanho o MCU desde o início e digo que estou maravilhado com o que vi. “Vingadores: Ultimato” foi mais que um filme, foi um evento. Toda hype que foi criada antes da estreia, toda espera, aflição e emoção valeram a pena. A Marvel fez uma obra de arte, como já falei em Guerra Infinita, algo colossal. Quando vi Guerra Infinita fiquei na torcida para que o estúdio conseguisse manter o nível. Que ingênuo, mal sabia que eles tinham algo muito melhor me esperando. Obrigado Marvel e parabéns, vocês conseguiram!

  • Atuação
  • Direção
  • Edição
  • Efeitos Especiais
  • Roteiro
  • Trilha Sonora
5

Sinopse

Após Thanos eliminar metade das criaturas vivas, os Vingadores têm de lidar com a perda de amigos e entes queridos. Com Tony Stark vagando perdido no espaço sem água e comida, Steve Rogers e Natasha Romanov lideram a resistência contra o titã louco.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR