Vivo reúne time de celebridades para explicar o significado das palavras do hino nacional

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Operadora cria uma plataforma digital na qual Ivete Sangalo e outras 15 personalidades cantam e explicam o significado das palavras que mais confundem os torcedores.

No momento em que o hino nacional toca antes da bola rolar, milhões de brasileiros se conectam na emoção de ver o país representado pelos jogadores.  A letra, que ressalta as virtudes da nação, traz palavras pouco usuais e muitas metáforas. Para engajar ainda mais os torcedores, a Vivo convidou Ivete Sangalo e mais quinze personalidades de diversas áreas para cantar o hino e explicar o significado destas expressões. Veja aqui: www.vivo.com.br/cantejunto.

Para tanto, criou uma plataforma digital na qual o torcedor poderá acessar um vídeo com os 16 convidados cantando o hino, que é acompanhado por uma legenda interativa destacando as palavras que mais geram confusão como: Raios fúlgidos, Impávido Colosso, Lábaro que ostentas estrelado, Se o penhor dessa igualdade, Um raio vívido, brado retumbante, entre outras.

Entre os convidados, estão personalidades como Ivete Sangalo,  Gabriel Jesus, Paulinho, Pelé, Lucas Oliotti – Teddy,  Thaynara OG entre outros. De forma didática as celebridades contam e cantam,  cada um do seu jeito, o significado das palavras inseridas em cada trecho da letra do hino.

Idealizada pela agência Africa, a iniciativa reforça o posicionamento da Vivo na educação, setor em que está presente há quase 19 anos com a Fundação Telefônica Vivo. A companhia acredita na inovação educativa como forma de inspirar novos caminhos para o desenvolvimento do Brasil.

Por meio da Fundação, a empresa investe continuamente na formação de professores e no desenvolvimento e aplicação de novas metodologias de ensino-aprendizagem, beneficiando diretamente cerca de 750 escolas e milhares de educadores da rede pública no Brasil com conteúdo diferenciado e ferramentas tecnológicas. Dessa forma, a empresa colabora com a preparação da nova geração e, consequentemente, investe no futuro do país.

“O Hino é uma das maiores formas de conexão dos brasileiros com a nação. É um momento como nenhum outro de patriotismo. Acreditamos que, ao mostrar o significado das palavras e das metáforas usadas na canção, os brasileiros cantarão o hino com ainda mais emoção e orgulho. A plataforma tem um cunho didático e queremos deixar um legado da nossa parceria com a Seleção Brasileira de Futebol”, explica a diretora de Imagem e Comunicação da Vivo, Marina Daineze.

“A tecnologia é uma aliada na educação, especialmente quando utilizada de forma orientada, uma vez que desperta o interesse do aluno e estimula a busca pelo conhecimento. A utilização de uma plataforma digital para simplificar as palavras do hino nacional, tão presente durante um evento como o mundial, é, sem dúvida, uma estratégia muito assertiva, além de ser iniciativa relevante para toda a sociedade, já que que muitos de nós não compreendemos todas as palavras do hino”, explica Americo Mattar, diretor presidente da Fundação Telefônica Vivo.

https://webmail1.hostinger.com.br/?_task=mail&_action=get&_mbox=INBOX&_uid=1950&_token=P0CNc6t9KjF1g3myRebjduaZnNcXvmGg&_part=5&_embed=1&_mimeclass=image

Filme Fúlgido

Para engajar a torcida a acessar a plataforma, a Vivo também estreia o filme Fúlgido, também criado pela Africa. Sob o conceito criativo #cantejunto, ele brinca com a situação que motivou a criação da campanha. Na peça, um menino fica inquieto ao ler sobre uma palavra que até então desconhece: “fúlgido”. Curioso, ele vai atrás de respostas e recorre a sua família, que também não sabe explicar.

E é somente através da tecnologia que o menino descobre e entende, finalmente, o que há por trás da palavra. Assim, ele pode cantar o hino com ainda mais emoção e orgulho da Seleção. Para entender o que é fúlgido e cantar junto como no filme, confira:

Sophie Schonburg, Diretora Executiva da agência Africa comenta sobre o legado que a campanha visa deixar para a Copa: “é somente partindo de uma verdade humana que vamos deixar muito mais do que uma campanha na memória das pessoas. Queremos, Vivo e Africa, deixar um legado: fazer com que os brasileiros cantem o hino sabendo o real significado”.

Além do filme, também serão realizadas ações nas redes sociais brincando com as palavras e chamando as pessoas para a plataforma. O mobiliário urbano também fará essa provocação.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR