Como a tecnologia está mudando o Poker

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Os tempos vêm avançando e cada vez mais a tecnologia está sendo inserida nos esportes, mas e o poker?

O futebol vem introduzindo cada vez mais o VAR, o beisebol dos Estados Unidos (MLB) já adota há alguns anos o sistema de replay e no basquete a revisão de jogada dos árbitros da NBA pode ser considerada uma tradição da liga. Seja em maior ou menor escala, a tecnologia está presente em praticamente todos os esportes de massa e isso não é diferente no poker.

Modalidade pra lá de secular que conta com milhões de adeptos em escala mundial, geralmente o poker recebe de braços abertos as novas descobertas da tecnologia — que só melhoram o jogo favorito de pessoas do mundo todo.

O boom do poker online

Até o fim da década de 1990, a única maneira de jogar poker informalmente era se dirigindo a algum clube de poker ou organizando um home game. Portanto, era praticamente impossível alguém do interior de alguma pequena cidade praticar a modalidade contra diversos adversários — para essas pessoas, só era possível organizar alguns home games com amigos, familiares e conhecidos. Isso mudou drasticamente com o boom do poker online.

Do início da década de 2000 pra cá, praticamente qualquer um com boa conexão de internet é capaz de se conectar a uma sala virtual e começar a jogar poker. Tal facilidade cortou completamente a necessidade de ter um clube de poker na cidade para jogar.

O crescimento do poker online começou para valer a partir de 2003, quando o americano Chris Moneymaker, então amador que se dedicava de forma recreativa à modalidade online, venceu o World Series of Poker — considerado o circuito mais importante do planeta que conta com patrocinadores de peso do mundo online como partypoker. Com a conquista, Moneymaker mostrou para todos que um jogador que não exerce a carreira de poker profissional pode vencer grandes torneios.

O que ficou conhecido como “Moneymaker effect” foi uma verdadeira bênção para o poker em termos de popularidade. De repente, centenas de milhares de pessoas do mundo todo abriram conta de poker em alguns dos diversos sites disponíveis e o esporte decolou de maneira impensável.

As redes sociais e outras plataformas também se aproveitaram disso e nos últimos anos houve bastante progresso. O Twitch, por exemplo, fornece a possibilidade de acompanhar torneios de grande escala via streaming — algo impossível há duas décadas.

Hoje, cerca de 20 anos após a introdução do poker na internet e 16 anos depois do título de Moneymaker no World Series of Poker, a versão online é um dos maiores estandartes no que diz respeito ao jogo moderno. Com a possibilidade de jogar várias mesas ao mesmo tempo, o poker online traz dinamismo com competidores profissionais que disputam mais de 40 torneios por dia.

Possibilidade maior de estudo

A necessidade de livros e cursos presenciais para estudar o poker é coisa do passado. Com a diversificação cada vez maior de conteúdos especializados, é possível se tornar um competidor profissional lendo apenas e-books e comparecendo às reuniões virtuais de cursos profissionalizantes.

Há vários exemplos disso até mesmo no Brasil, como é o caso do curso Poker na Chapa e do competidor profissional João Bauer — ministrado pelo ex-campeão brasileiro das cartas.

Outra possibilidade de estudo também se dá pelo fato de poder criar conexão com outros aspirantes à carreira de jogador profissional e também com atletas que já estão no circuito há muito tempo. Dessa maneira, dá para trocar experiência e adquirir novas técnicas através dos diversos meios de comunicação em grupos online.

Além disso, muitos jogadores utilizam a tecnologia dos softwares como forma de melhorar o desempenho nas mesas. Há vários disponíveis para os competidores, sendo alguns grátis e outros pagos. É o caso de ferramentas digitais como Flopzilla, Flop Falcon, PioSolver e outros.

Porta de entrada para o jogo profissional

Há várias razões que motivam as pessoas a jogar o poker online. Muitas criam contas em plataformas especializadas apenas para conhecer o poker e aprender as regras mais básicas, enquanto outras jogam de forma recreativa para relaxar. Há também aquela parcela de competidores que conhecem o esporte pela primeira vez através da internet, se apaixonam pelo jogo e seguem rumo ao estrelato. É o caso de Luiz Augusto Cechinel.

Nascido em Pato Branco (PR), o paranaense mora em Palmas (TO) e hoje é um dos maiores nomes do poker nacional. Nas mesas online, Cechinel tem um nickname curioso e joga sob o nome de “cachaçapura”. De maneira descontraída, ele começou a praticar há 10 anos e engatou no poker online.

“Eu jogava 5-card Draw, daí popularizou o No Limit Hold’em e eu comecei a jogar essa modalidade, há pelo menos uns oito anos. Jogo todos os dias da semana, exceto talvez no sábado quando tiro um dia off, mas praticamente todos os dias”, disse o jogador em entrevista ao site Superpoker.

Apesar de ser um craque no online, Cechinel tem pouca experiência no ao vivo. “Vou continuar jogando, talvez me arriscar um pouco mais no circuito live, que gosto muito de jogar. Joguei umas três ou quatro etapas do BSOP já, gosto muito, acho bem legal a dinâmica, é bem diferente do online”, completou.

Mesmo longe de um grande centro do poker brasileiro, Cechinel, morando na capital tocantinense, está entre os melhores do país no ranking online.

O caso de Cechinel é apenas um dos vários exemplos que mostram como o poker online pode ser uma porta de entrada interessante para ótimos competidores.

O que o futuro aguarda?

O surgimento de novos softwares para profissionais, o crescimento do número de praticantes online e a criação de cursos especializados são tendências que devem continuar subindo no poker.

Além de tudo isso, o poker caminha rumo à popularização da realidade virtual como parte presente do modo online. Há várias empresas que estão se especializando no aperfeiçoamento dessa tecnologia que vai fazer com que o competidor, sentado em casa no conforto de sua cadeira, se sinta como se estivesse em lugares como Monte Carlo ou Las Vegas.

A tecnologia é certamente uma amiga do poker e os resultados que chegam por meio da presença da internet nesse esporte são muito positivos. Tamanha influência no poker só deve aumentar nos próximos anos.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR