Unindo indie e folk, Aurora Boreal lança álbum “Pedaços”

27 de setembro de 2018

Publicado por Volney Tolentino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Tuíte isso
Compartilhar no whatsapp
Enviar no Whatsapp

Projeto de Belém do Pará une referências em debut.

Em uma mescla de luz, energia e novos ares, o projeto Aurora Boreal mira no horizonte e além ao lançar o seu disco de estreia, “Pedaços”. Liderado pela musicista e compositora Erika Silva, o trabalho amplia o universo dos seus primeiros EPs e soma ao cenário do folk nacional direto da efervescente cena de Belém do Pará. O álbum está disponível em todas as plataformas de streaming.

Ouça “Pedaços”: http://bit.ly/AuroraBorealPedacos

O Aurora Boreal surgiu em 2015 como fruto da amizade e sintonia musical de Erika e Cleiton Gomes, com quem integrou a Lady Bel. O grupo se destacou no I Festival Cultura de Música, da Rádio Cultura FM, além de ter tocado ao lado de Madame Saatan, Euterpia e Stereoscope. Em 2005, após o fim da banda de rock alternativo, Erika passou a se dedicar a releituras de artistas que se tornaram suas maiores referências – Fleetwood Mac, James Taylor, Carole King, Joni Mitchell, Travis, The Corrs, Secos e Molhados, Belchior e outros.

Alguns anos depois, já em 2015, Cleiton e Erika decidiram dar vida às suas composições guardadas à espera de gravação. Foi pela internet e à distância que o duo começou a trabalhar suas primeiras canções. Ainda no primeiro ano, disponibilizou o EP “Uma Cor”, entregando a simplicidade e minimalismo inerentes ao projeto.

Em 2016 viria o segundo EP, “Nunca mais, pra sempre e até mais”, levando Erika e Cleiton a participarem do Festival Folk Music Brazil, ao lado de nomes como PEDRO, Folk na Kombi e Pagan John. 2018 trouxe o primeiro álbum completo, “Pedaços”. Ao longo de suas 11 faixas, o trabalho entrega canções intimistas com Erika se dividindo entre violão, guitarra, sintetizadores, ukulele, gaita, cajón e escaleta, além de assinar a produção musical.

Ainda em 2018, a artista levou o som do Aurora Boreal a Londres, onde se apresentou em dois clubes de folk: Morris Club e Cecil Sharp. Inspirada pelo nome do projeto, agora Erika Silva mira mais alto com a divulgação do novo disco, clipes e shows.

© 2020. Cebola Verde - "Versão 4.0: Cebolovers" / Developed by Mattz