Shoot To Kill, dos EUA, é a campeã da ESL PUBG Masters

Competição reuniu as 16 melhores equipes das Américas em duas semanas de disputas

ESL PUBG Masters: Fase 1, competição online que abriu o circuito competitivo de PUBG das Américas em 2021, terminou com vitória da Shoot To Kill (STK).

A equipe norte-americana ficou no topo da tabela, com quatro Chicken Dinners e 255 pontos, conquistando US$ 12.500 e 200 pontos de classificação para o campeonato mundial, o PUBG Global Championship (PGC).

Com a participação de 16 equipes, sendo oito da América Latina e oito da América do Norte, a Grande Final aconteceu em dois finais de semana. Foram 24 partidas realizadas nos dias 23, 24, 25 e 30 de abril e 1º e 2 de maio, nos mapas Erangel e Miramar.

Uma das principais equipes da América do Norte, a STK despontou na liderança logo na Semana 1, fazendo 121 pontos nas 12 primeiras partidas, com duas vitórias. Na Semana 2, a equipe ganhou outros dois jogos e obteve mais 134 pontos, chegando à marca de 255.

O ótimo desempenho deu o título à STK com 66 pontos de vantagem sobre a vice, a também norte-americana Spicy Fish, que fez 189 pontos.

A 3ª posição ficou com a norte-americana Soniqs, campeã do PUBG Global Invitational S (PGI.S), campeonato internacional realizado na Coreia do Sul em fevereiro e março. A equipe somou 171 pontos.

“Nós jogamos bem. Uma ótima química na equipe e com bom jogo macro. Precisamos trabalhar [a relação entre] risco e recompensa em como lidamos com situações 1v1, mas estamos felizes em como jogamos”, comenta o jogador norte-americano Kurtis “PurdyKurty” Bond, da STK.

Segundo o atleta, o grande desempenho da equipe ao longo das duas semanas de competição é consequência da “ótima química entre os jogadores, do nosso bom jogo macro e da confiança que temos em qualquer situação em que nos colocamos.”

Para PurdyKurty, a conquista da ESL PUG Masters é extremamente importante para a caminhada da equipe rumo ao PUBG Global Championship (PGC) de 2021. “Foi o nosso primeiro passo para não apenas provar que somos os melhores nas Américas, mas também para nos ajudar em nossa jornada para provar que somos os melhores do mundo.”

“Nosso principal objetivo desta competição era ganhar os 200 pontos para o PGC, já que todo ponto irá contar. Estamos felizes que os temos sob nosso controle agora e queremos continuar conquistando mais até chegarmos ao PGC“, diz o jogador australiano Luke “luke12” Newey, da STK.

A classificação final, com a distribuição dos prêmios e dos pontos para o PGC, está disponível no site do LATAM PUBG Esports.

A próxima competição do circuito competitivo das Américas será a PUBG Continental Series 4 (PCS4), que começa a ser disputada nesta quarta-feira (5) e vai até junho, com premiação de US$ 250 mil na Grande Final e distribuição de pontos de classificação para o PGC.

DESCASCANDO AO VIVO!
CURRENTLY OFFLINE