Baboon Ha lança single “Brooklyn” com sessão ao vivo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Vídeo faz parte da série Tudo Que Se Pode Ouvir, da produtora carioca Umanoid.

Baboon Ha é um power trio experimental da nova cena carioca que passeia entre o indie, o lo-fi e o eletrônico em canções de caráter pessoal. Após estrear com os singles “Dead Star” e “Nevermind”, eles lançam “Brooklyn” nas plataformas de streaming e em uma sessão ao vivo na série Tudo Que se Pode Ouvir, da Umanoid.

Influenciada pela região de Nova York, a música buscou refletir as sonoridades do rock alternativo da cidade. Para a versão ao vivo, eles contaram com a participação especial de Gabriel Pontes no saxofone.

“Essa música nasceu de uma base criada pelo Lucas Faria no baixo, e tem uma forte influência de Lou Reed e The Velvet Underground. Isso acabou inspirando a letra da música, que é baseada em fatos reais, e conta uma passagem da época em que eu e ele estávamos morando em Nova York com a nossa antiga banda Fleeting Circus. Como sempre estamos buscando sonoridades diferentes, achamos que um saxofone cairia super bem no arranjo dessa música”, conta o guitarrista e vocalista Felipe Vianna.

Além dele e do baixista Lucas Faria, a Baboon Ha é formada pelo baterista Rodrigo Naine. Todos são músicos experientes da cena independente e o projeto conta com a maturidade de estrada de outros trabalhos de todos os integrantes, ajudando nas composições e estruturação da organização da banda.

Com influência de artistas como Ariel Pink, Pavement e Yo La Tengo, Baboon Ha começou a se autoproduzir em sessões em 2016 e após anos de maturação, vai apresentar ao público o que preparavam. “‘Brooklyn’ é uma música que tocamos desde o início dos ensaios da banda, e ela também foi gravada na mesma sessão ao vivo na qual gravamos todos os demais singles, como ‘Nevermind’ e ‘Dead Star’, . Porém, após a gravação a gente achou que essa versão de estúdio não refletia o melhor de ‘Brooklyn’, e resolvemos deixar aquela versão de lado por um tempo. Quando surgiu a oportunidade de gravar o Tudo Que Se Pode Ouvir, acreditamos que ela seria a escolha perfeita para o projeto”, conta  Vianna.

Propondo tirar músicos e intérpretes da zona de conforto e apresentar novos criadores, a Umanoid lançou a série de vídeos Tudo Que Se Pode Ouvir. Inspirado por sessões como o A Take Away Show e o Tiny Desk Concert. O projeto é lançado semanalmente no canal da produtora. “Brooklyn” já está disponível no canal oficial do YouTube e em todas as plataformas de música digital.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR