Terminam as filmagens de “As Verdades” de José Eduardo Belmonte

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Rodado no litoral da Bahia o filme reúne Lázaro Ramos, Zé Carlos Machado, Bianca Bin, Drica Moraes, Thomás Aquino.

Após cerca de três semanas, terminaram as filmagens do longa “As Verdades”, dirigido por José Eduardo Belmonte (“Alemão”, “Carcereiros – O Filme”), e rodado em Itacaré e Maraú, na Bahia. Produzido pela Gullane Entretenimento, em coprodução com a Globo Filmes, o filme reúne no elenco Lázaro Ramos, que volta a rodar em sua terra natal após “Ó, Pai, Ó” e também Zé Carlos Machado, Bianca Bin, Drica Moraes e Thomás Aquino.

“As Verdades” conta a história de um crime que abala um pequeno município do litoral do Nordeste. É o primeiro caso do delegado Josué (Lázaro Ramos), recém-chegado à cidade. A tentativa de assassinato do candidato a prefeito Valmir (Zé Carlos Machado) é contada em três diferentes versões, de acordo com o ponto de vista dos personagens presentes no momento do crime. Cícero (Thomás Aquino), conhecido matador de aluguel da região, é o primeiro a relatar o que viu. Em seguida, é a versão de Francisca (Bianca Bin), noiva da vítima e prestes a se casar com ele. Na terceira versão, a história é contada por Valmir, a vítima. Em cada testemunho dado a polícia, um novo acusado é apontado. Afinal quem está falando a verdade?

Belmonte comentou a experiência de rodar “As Verdades”: “O filme exigiu muito de mim tecnicamente, foi um desafio definir como contar essa história, e onde contá-la. E também foi grande a responsabilidade moral, pois a trama aborda assuntos e temas atuais muito delicados. Devo muito a sensação de trabalho bem realizado ao elenco, que foi muito coeso, trabalhou com harmonia e de forma amorosa. Foi um processo muito rico”, contou.

O ator Lázaro Ramos comemorou o retorno à Bahia e ao cinema. “É a terceira vez na vida que volto para minha terra para fazer um filme. Desta vez para uma região que conhecia pouco, apesar de ser baiano, e que ambientou muito bem a trama. A gente levou tudo com muita leveza para contar uma história densa e de tamanha relevância”, comentou o ator.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR