The Good Place – 4ª Temporada | Crítica

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Análise sobre a série “The Good Place”, da NBC, aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica do show:

Nome: The Good Place

Estreia: 2020 – 22 minutos, em média

Direção: Michael Schur

Elenco: Kristen Bell, Ted Danson, William Jackson Harper, Jameela Jamil

Gênero: Fantasia, Comédia

Distribuidora: NBC


A série teve seu final no dia 31 de janeiro e alcançou 100% no Rotten Tomates.

O paraíso e o inferno, questões filosóficas e camarões! Assim foram as quatro temporadas de “The Good Place“, quatro humanos são levados ao Bom Lugar, lá percebem que não é tão angelical como eles pensavam. Contando resumidamente, esta é a premissa da série que é stremmada na Netflix, que foi amadurecendo com o decorrer das temporadas levantando questões sobre moralismo, ética e filosofia em geral, de forma inteligente e engraçada. Elas nos fez refletir nossas atitudes em vida e em como elas afetam o nosso presente e futuro.

A quarta temporada é o desfecho final da série, os humanos que são interpretados por (placeholder), além de (placeholder) como um demônio e um ser hiper inteligente, que pensam juntos uma forma dos humanos irem ao céu, pois estava indo uma quantidade absurda de pessoas para o Lugar Ruim; alcançando esse objetivo, os último episódios mostram o epílogo e com os personagens vivendo seus restos de infinitos no paraíso.

Notas
  • Atuação
  • Direção
  • Edição
  • Roteiro
  • Trilha Sonora
4

Sinopse

Eleanor Shellstrop (Kristen Bell) está morta. Acontece que, após sua partida, ela foi enviada ao “Good Place – ou “Lugar Bom” -, um lugar de eterna felicidade destinado às pessoas que fizeram o bem durante suas vidas. Lá, todos são bons e encontram as suas almas gêmeas, com quem passarão o resto da eternidade. Mas tudo isso não passa de um acidente: Eleanor não merece estar lá. E agora, será que ela vai conseguir esconder a verdade de Michael (Ted Danson), que coordena a vizinhança, ou será eventualmente enviada ao “Bad Place”?

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR