Documentário Mr. Dreamer estreia em 14 de maio na Globoplay

Documentário de Pedro Sirotsky é uma reflexão sobre o tempo, sonhos deixados para trás e sonhos possíveis em face de uma pandemia

“O que você está fazendo com sua vida?”. Esta é a principal provocação do documentário Mr. Dreamer, que estreia em 14 de maio na Globoplay. O docudrama explora com profundidade as angústias do mundo contemporâneo ao relatar a história do empresário que interrompeu seu sonho na juventude, e agora luta contra o tempo e a pandemia para reencontrar sua essência.

Pedro tinha 17 anos em 1973, quando começou a trajetória no rádio e na TV que o consagrou como um influente comunicador de seu tempo. Em 1979, no auge do sucesso do seu programa, Transasom, ele abandonou a carreira que amava e assumiu um cargo executivo na empresa de comunicação da família.

 

Livre para sonhar novamente depois de quatro décadas, Pedro articula um plano para superar a escolha que o deixou “hibernando nas cavernas do mundo corporativo”: viajar pelo mundo para conhecer jovens que amam a música como ele amava quando era jovem. Daí surge o projeto “Mr Dreamer”, concebido originalmente em um formato de série, onde cada episódio corresponderia a um destino geográfico de Pedro em busca de seu sonho deixado para trás. “Este documentário é o novo divisor de águas da minha vida.  Uma forma de morte e renascimento”, define Pedro Sirotsky.

 

A primeira parada é Dublin, onde o protagonista divide experiências de vida inesquecíveis com uma talentosa geração de jovens músicos. Quando está pronto para a próxima viagem, a pandemia inverte os itinerários: em vez de ir a Los Angeles, Pedro é obrigado a se isolar em sua casa, em Santa Catarina. Entre a solidão e a ansiedade, ele mergulha numa auto-reflexão: “Ainda é possível sonhar em um mundo em que é difícil respirar?”.

 

Produzido por Pedro Sirotsky e Flávia Moraes, dirigido por Flavia Moraes, com roteiro e textos de Marcélo Ferla, o docudrama Mr. Dreamer foi gravado em Dublin, em setembro de 2019, e na Praia da Barra/SC e Porto Alegre/RS, em setembro de 2020. Os registros feitos durante a pandemia seguiram um formato inédito, totalmente adaptado aos novos tempos, no modo remot

DESCASCANDO AO VIVO!
CURRENTLY OFFLINE