Exposição “O Ordinário Rafael Sica” lança catálogo oficial na Caixa Cultural do Rio de Janeiro

15 de novembro de 2018

Publicado por Volney Tolentino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Tuíte isso
Compartilhar no whatsapp
Enviar no Whatsapp

Estarão presentes no lançamento o curador Weaver Lima e o artista Fabio Zimbres. Logo após os dois farão uma palestra sobre “A Curadoria de exposições de Histórias em Quadrinhos”. Os catálogos serão distribuídos gratuitamente ao público presente.

A exposição O ordinário Rafael Sica lançará catálogo oficial no próximo dia 21 de novembro (quarta-feira), às 18h30, na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. Estarão presentes no lançamento os curadores e artistas Weaver Lima e Fábio Zimbres. Após o lançamento os dois realizarão a palestra “A Curadoria de exposições de Histórias em Quadrinhos” em que falarão sobre o trabalho de Rafael Sica e as particularidades da curadoria para exposições de histórias em quadrinhos. Os catálogos serão distribuídos gratuitamente ao público presente. Entrada franca com distribuição de senhas uma hora antes, sujeito à lotação do cinema.

A mostra conta com mais de 200 obras e traçam um panorama da carreira de Rafael Sica, quadrinista e ilustrador gaúcho, considerado um dos principais nomes das histórias em quadrinhos da atualidade. A exposição fica em cartaz até 23 de dezembro de 2018. Rafael Sica é dono de um traço único, que preza a riqueza de detalhes em uma narrativa silenciosa, mas extremamente contundente. Grande parte de sua obra é composta por quadrinhos sem textos, característica encarada por muitos críticos como um dos grandes diferenciais de seu trabalho. A ausência dos diálogos se mostra como uma abertura à interpretação do leitor: “Existe uma narrativa, mas é gráfica, visual. Exige que o leitor complete o trabalho”, explica Sica. “Fui tirando o texto das tiras, diminuindo o número de palavras, fui me dando conta de como isso potencializava as interpretações.”

A produção de Rafael Sica traz questionamentos sobre o modo de vida do indivíduo urbano. Suas tiras são minicontos que fogem do óbvio e da piada, e, com um diferenciado tom surrealista, trazem críticas às neuroses das grandes cidades e à massificação das pessoas afogadas na rotina pós-moderna.

© 2020. Cebola Verde - "Versão 4.0: Cebolovers" / Developed by Mattz

DESCASCANDO!
CURRENTLY OFFLINE