Musidora dá “Um Passo de Cada Vez” em seu álbum de estreia

A banda paulistana Musidora traz um novo fôlego ao cenário do indie rock nacional com o lançamento de seu disco de estreia, “Um Passo de Cada Vez”. O trabalho independente trilha a linha tênue entre o dançante e o instrospectivo, propondo novos olhares cotidianos ao som de riffs de guitarra. O disco, produzido por Guilherme Eddino, foi mixado por Jorge Guerreiro, teve sua masterização assinada pelo americano Chris Hanzsek e já está disponível nas principais plataformas de streaming de música.

Ouça “Um Passo de Cada Vez”: http://bit.ly/MusidoraDisco

A faixa-título é, também, a primeira do álbum, traduzindo um momento caótico da vida do vocalista Daniel Keny em forma de música. A banda ressurge otimista em “Abre a janela”, seguida pela melódica “Preciso mudar” e por “Vem Dançar Comigo”, esta última com a participação especial de Ale Labelle, das bandas Trago (ex-NX Zero) e The Monic.

Veja o clipe “Vem Dançar Comigo”: https://youtu.be/K-glLCbTH-E

A interação de baixo, guitarra e bateria ganha destaque na intensa “Não me leve a mal”, enquanto a climática “Avatar” traz a sensualidade dos encontros fortuitos virtuais para uma reflexão filosófica sobre a liquidez das relações. Por fim, a imagética “Vestido Preto e Batom Vermelho” abre caminho para as faixas que encerram o disco: “Vazio I” e “Vazio II”.

Para chegar às nove músicas apresentadas em seu primeiro disco completo, a banda lapidou cerca de 20 canções compostas para seu debut. Durante o período de pré-produção, os músicos identificaram a sonoridade que gostariam de atingir e só então começaram a trabalhar nos arranjos.

“A gente queria que o disco apresentasse uma identidade marcante, com bastante groove, um quê de vintage e letras contemporâneas. Após essa lapidação, músicas como Vazio II e Vem Dançar Comigo cresceram muito. Outras, mais roqueiras e alternativas, acabaram ficando de fora do álbum, mas a gente gostaria muito de lançar algumas delas mais pra frente… quem sabe?”, entrega o vocalista Daniel Keny.

Em “Um Passo de Cada Vez”, a Musidora mostra todas as nuances da sua sonoridade, que vem sendo construída desde 2013. Keny se uniu aos amigos Rafael Berti e Victor Gama com o propósito de dar forma às suas grandes referências musicais, mergulhando de cabeça no rock alternativo e indie. A ideia fisgou o quarto integrante, William Nunes, completando o grupo.

“Conversamos bastante sobre como gostaríamos de soar, tanto na gravação quanto no ao vivo, sobre nossas influências mais fortes neste momento e sobre como aproveitar o melhor que sabemos fazer. Acredito que seja um processo de amadurecimento que tivemos em relação às nossas experiências passadas de gravação”, completa Nunes.

Em 2015, a banda lançou o primeiro EP “Mil Pedaços”, com cinco faixas inéditas: “Preciso de Você”, “Nunca Deixe de Amar”, “Nosso Tempo Acabou”, “Mil Pedaços” e “Fim do Mundo”. O registro foi feito no Estúdio Gritaria Mix & Master, da banda Supercombo, com a produção de Pedro Ramos (Supercombo/Tópaz).

Dois anos depois, em 2017, a Musidora apostou em novo single, e “Convite” chegou com a missão de ganhar novos fãs. A música é uma colaboração com a Anil, banda parceira do coletivo realizado na capital paulista. Desde o lançamento, a faixa caminha para os 20 mil plays no Spotify e entrou em duas playlists oficiais do canal de streaming.

Ouça “Convite”: https://spoti.fi/2s4h5ge

Agora, a Musidora olha para o futuro com o lançamento de seu primeiro disco, ainda com o frescor de uma banda estreante e já trazendo na bagagem anos de estrada e amadurecimento.

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE