Arthus Fochi e Qinho unem forças no single “Caso Perdido”

Faixa faz parte do projeto Ano Sabático, onde Fochi faz colaborações com múltiplos artistas.

Qinho é o convidado da oitava edição do projeto Ano Sabático, que traz encontros do cantor e compositor Arthus Fochi ao lado de seus parceiros musicais. A colaboração entre os artistas gerou o single “Caso Perdido”, um lançamento do selo Cantores del Mundo, já disponível nas principais plataformas de streaming e em vídeo no YouTube.

Veja “Caso Perdido”: http://bit.ly/ArthusQinho

A canção foi composta por Arhus ao lado da poeta Liv Lagerblad e foi produzida por Guilherme Marques, responsável por álbuns de BEL e Biltre, e que aproximou Fochi e Qinho.

“Qinho é um grande amigo do Gui Marques, eles produziram o último disco do Qinho (Qinho canta Marina, 2018). Ele sempre está junto, pensando, é um amigo de casa, está nos churrascos, nos aniversários, estamos no caminho da música juntos. Já venho acompanhando há anos, como amigo e admirador”, conta Fochi.

Em 2017, Arthus lançou o álbum “Suvaco do Mundo”, que atesta a sua habilidade enquanto letrista e intérprete, tanto no violão quanto no vocal. Desde 2007, ele investiga sons e ritmos sul-americanos efetuados em residências artísticas em vários países. Essa busca ganhou contornos profissionais com Cantores del Mundo, selo cedido a ele em 2015 por Tita Parra, neta da folclorista icônica Violeta Parra.

Hoje, a gravadora é gerida por Fochi com Marques, e estende sua atuação por meio de parcerias no Uruguai, Argentina e Venezuela. Em Ano Sabático, a ideia é lançar canções ao lado de nomes conhecidos da música brasileira e de outros países da América Latina. Ele já gravou com Duda Brack, Julia Vargas, Juliana Linhares, Chico Chico e Ana Frango Elétrico e do cantor venezuelano José Delgado.