90 Contos une pós-punk, MPB e eletrônico no álbum “Sobre as Batidas de um Coração”

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Banda do subúrbio carioca faz crônicas em formato de canções.

Unindo pós-punk, música brasileira e um clima de crônicas sobre o cotidiano, a banda carioca 90 Contos tem como proposta ampliar pontos de vista sobre a sociedade moderna através de histórias contadas em suas canções. E isso está visível no novo disco “Sobre as Batidas de um Coração”, já disponível em todas as plataformas de música digital pelo selo Paracelso Records.

Ouça o álbum: http://bit.ly/90ContosSABDUC

Formada em 2012 pelos amigos Joel Fernandes e Jorge Rocha, a banda surgiu a partir de um encontro no metrô. Durante a viagem, eles conversaram sobre a vontade  de voltar a tocar, depois de algum tempo parados. Já na primeira reunião criaram o conceito de contar histórias com personagens distintos a cada música. Essa ideia está forte nos contos citados no nome do projeto e resultou no álbum “Sobre a Anfibologia de uma Geração” (2016). Explorando novas estéticas e se aproximando do experimental e do eletrônico, a 90 Contos lançou dois EPs ao vivo com inéditas desde o fim do ano passado. “GLI.TC / H: Ao Vivo em Estúdio” é mais ruidoso e experimental, e o recente “Vaporwave: Ao Vivo em Estúdio” se volta para a estética que inspirou o nome.

No novo trabalho, a banda vai além das temáticas do primeiro disco. Se antes as músicas eram guiadas pela ironia frente à vida adulta, o dinheiro e suas ambiguidades, aqui a 90 Contos se dispõe a explorar outras narrativas, vividas por um personagem em busca da felicidade durante o ciclo de um relacionamento. “A sequência das músicas forma uma grande história com fases que fazem o final se encontrar com o início”, revela Jorge Rocha.

O disco traz Rocha nos vocais e sintetizadores e Joel Fernandes nas guitarras e assinando a produção musical de tons ao mesmo tempo dançantes, eletrônicos e reflexivos, num elo perdido entre Joy Division e um New Order tropical. Os experimentos líricos e sonoros se refletem no novo álbum com um humor latente e tipicamente carioca suburbano.

“Nascemos no Rio de Janeiro e vivemos aqui há mais de 30 anos. Acreditamos na cidade como parte importante da formação da personalidade. O que nos inspira nesse lugar é a vida boêmia, a proximidade com a natureza e a energia das pessoas. Nossa música pretende se conectar com aquilo que está acontecendo na atualidade em outros centros urbanos do mundo e trazer essas configurações para a nossa realidade, tentando assim, nos aproximar de uma abordagem mais cosmopolita”, explica o vocalista.

O álbum foi produzido e masterizado por Joel Fernandes. A arte da capa é assinada pela artista plástica, arquiteta e urbanista Fabíola C. Folly (https://www.instagram.com/cfolly/), adepta da técnica mista, onde mistura elementos diversos como a tinta acrílica, canetas POSCA e LIQUITEX, colagem, decapagem, nanquim, pastel oleoso e seco, aquarela e outros.

“Sobre as Batidas de um Coração” é um lançamento da Paracelso Records.

 

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR