Um Príncipe em Nova York 2 | Crítica

Uma comédia para lá de divertida para a família

Análise sobre o filme “Um Príncipe em Nova York 2” com Eddie Murphy, do Amazon Prime Video, aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica da trama cinematográfica:

Nome: Um Príncipe em Nova York 2 (Coming 2 America)

Estreia: 05 de março 2021 (Brasil) – 1h 50min

Direção: Craig Brewer

Elenco: Eddie Murphy, Arsenio Hall, Jermaine Fowler, Shari Headley, Wesley Snipes, Leslie Jones, Tracy Morgan

Distribuidora: Amazon Prime Video

Gênero: Comédia


Depois de longos 33 anos, Eddie Murphy retorna ao papel de Akeem Joffer, mas desta vez como um grande rei. A trama é bastante simples: o recém rei Akeem descobre que possui um filho bastardo perdido em Queens, Nova York, o cambista Lavelle (Jermaine Fowler). A partir disto, Akeem deverá provar a todo seu reino que o seu sucessor é um rapaz sério e íntegro, porém esbarra em General Izzi (Wesley Snipes), o qual quer juntar a sua família com a de Akeem para se tornar dono das terras de Zamunda.

Um Príncipe em Nova York 2 é um ótimo filme para se divertir com a família, pois é despretensioso e traz elementos marcantes da versão de 1988. Como um bom filme de comédia e padrão Eddie Murphy, cujo protagonista se envolve em diversos personagens com a sua SUPER maquiagem, as piadas funcionam em dados momentos do filme, porém o que mais chama a atenção foi na inserção significativa de um humor inofensivo e repleto de representatividade – algo que Eddie Murphy consegue fazer com bastante proeza.

Divulgação/Amazon Prime Video

O problema do filme é ter um enredo muito simples. Neste caso, a trama é previsível, ou seja, não é preciso saber muito de cinema para entender o que irá acontecer em seguida e até mesmo no final do filme. Não que isso seja um problema, mas é sempre marcante trazer algo de inovador ou estimulante à tela. Outro exemplo de simplicidade, mas há suas particularidades, é a trilha sonora, que alterna diante das culturas nova-iorquina e do continente africano. Vale salientar nesta construção, a ambientação muito bem construída entre os cenários de Nova York e gueto com as áreas africanas, como também figurinos incríveis! É bom de se ver.

Eddie Murphy estendeu sua família com novos personagens tipicamente padrões de suas comédias, mas cada um representa algo marcante da cultura negra. O seu filho bastardo Lavelle é interpretado pelo Jermaine Fowler, uma aposta que deu certo no papel, e faz a função do personagem Akeem mais jovem, quando foi ao EUA. Sendo que neste caso, é ao contrário, ele vai à Zamunda. A belíssima e hilária Leslie Jones, interpretando Mary Junson, a mãe de Lavelle. Tracy Morgan com um papel mais bobo e enfadonho. O ator de filmes de ação, Wesley Snipes (General Izzi) se arrisca à comédia e convence em sua atuação de antagonista engraçadão – uma bela aposta! A volta de Shari Headley como agora rainha Lisa, a qual está novamente simpática e interpretando muito bem a sua personagem. E claro, Arsenio Hall, o Semmi, o melhor amigo e assessor de Akeem – desde o primeiro filme.

Como pode se ver, o filme é majoritariamente de negros, sendo assim, o destaque que Eddie Murphy junto ao diretor Craig Brewer é para a representatividade. O efeito que filmes como O Infiltrado na Klan (2018) e Pantera Negra (2018) foi surreal (positivamente) em Hollywood. Esse filme faz referências e faz piadas com a própria indústria, que muita das vezes zomba e repudia o que o público quer realmente ver. Outro tema a se destacar é o machismo. Por que só o homem pode liderar uma nação e a mulher ser a coadjuvante, um “acessório”?

Em face do que foi lido, Um Príncipe em Nova York 2 possui um bom roteiro, um timing perfeito para temas importantes a serem debatidos hoje em dia, o padrão Eddie Murphy de ser flexível e bem humorado, figurinos junto a uma bela ambientação de duas culturas diferentes, porém peca em um enredo previsível e algumas piadas bem fraquinhas.

Um Príncipe em Nova York 2
Sinopse
Coming 2 America é um filme de comédia americano de 2021, dirigida por Craig Brewer, a partir de um roteiro de Kenya Barris, Barry W. Blaustein e David Sheffield, e uma história de Blaustein, Sheffield e Justin Kanew, baseada em personagens criados por Eddie Murphy.
Atuação
Direção
Edição
Fotografia
Roteiro
Trilha Sonora
3
Notas
DESCASCANDO AO VIVO!
CURRENTLY OFFLINE