Presságio | Crítica

Última atualização:

Análise sobre o filme “Presságio”, da Netflix, aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica da trama cinematográfica:

Nome: Presságio (La Corazonada)

Estreia: 28 de maio de 2020 (Brasil) – 1h 56min

Direção: Alejandro Montiel

Elenco: Luisana Lopilato, Joaquín Furriel, Rafael Ferro

Distribuidora: Netflix

Gênero: Crime / Thriller


O mais novo filme de suspense investigativo da Netflix é uma aposta ousada de um longa posterior a “Desaparecida”. A inspiração para a obra são livros da escritora Florencia Etcheves, que fez parte da roteirização da produção.

“Presságio” se passa na Argentina, e conta paralelamente dois casos de assassinatos, onde o principal suspeito do primeiro seria o investigador interpretado por Joaquín Furriel e o segundo a suspeita seria a melhor amiga da vítima. Juntamente com essas investigações, a nova agente Pipa (Luisiana Lopilato), é ingressada para ajudar nos casos, porém é chamada secretamente para vigiar seu chefe.

Alguns expectadores da obra podem achar o início bem torturante, com cenas monótonas, principalmente nos primeiros trinta minutos, onde não se sabe onde a história vai nos levar. Um pouco antes do meio do filme, o objetivo fica mais claro, e acaba envolvendo o público. Existem alguns plots twist ao logo de “Presságio”, que nos faz duvidar da índole dos personagens, o que realmente foi um ponto positivo.

O desfecho é bem conduzido, mas não surpreende, os clichês das pistas durante o filme acaba induzindo a descobrir o que irá acontecer em pontos futuros. As atuações são satisfatórias, principalmente da atriz Luisiana. Infelizmente a produção não chega nem perto de atingir um nível de satisfação. Vimos claramente um manequim sendo utilizado em uma cena que poderia ter sido feita com ator, o que deixou a cena um tanto quanto bizarra. Mas o erro mais grotesco foi a atriz que interpretava uma vitima respirando mesmo estando completamente ensanguentada, na cama, morta por mais de quinze horas. E claro que não se trata daqueles espasmos que alguns corpos podem ter, foi um trágico erro que pode ser motivo de piada.

Contudo, “Presságio” é uma obra que não se pode exigir muito, deve ser assistido sem compromisso, mais como um passatempo nessa quarentena.

Presságio
Ousado e Torturante
A policial Pipa investiga o próprio chefe, suspeito de assassinato, e assume seu primeiro grande caso nessa história anterior ao filme "Perdida".
Atuação
Direção
Efeitos Especiais
Edição
Fotografia
Roteiro
Trilha Sonora
2
Notas
Notas
  • Atuação
  • Direção
  • Edição
  • Efeitos Especiais
  • Roteiro
  • Trilha Sonora
2

Sinopse

Pipa begins her career as a police detective alongside her mentor, the controversial detective Francisco Juánez. Together they must solve the violent murder of a 19 year old girl.

DESCASCANDO AO VIVO!
CURRENTLY OFFLINE