PRAÇA PARIS, da premiada diretora Lucia Murat, com estreia marcada para 26 de abril, divulga trailer e cartaz

Thriller vencedor dos prêmios de Melhor Direção e Melhor Atriz no Festival do Rio.

“Praça Paris”, novo filme da diretora Lucia Murat (“Doces Poderes”,”Quase Dois Irmãos“), com estreia nacional confirmada dia 26 de abril, acaba de divulgar trailer oficial:

A coprodução Brasil-Portugal-Argentina é um thriller que mostra o conflito entre uma psicanalista portuguesa, Camila (Joana de Verona), que veio ao Brasil para desenvolver uma pesquisa sobre violência, e sua paciente, Glória (Grace Passô), num Centro de Terapia de uma universidade brasileira (UERJ). Glória é ascensorista na universidade e tem uma história de violência muito difícil: violentada pelo pai, tem apenas no irmão, Jonas (Alex Brasil), traficante do morro, a proteção para seguir sua vida na comunidade. O filme mostra uma relação de transferência ao inverso, onde o medo do outro acaba dominando a trama e retrata a violência que voltou a explodir no Rio através da distância entre os dois personagens centrais.

Praça Paris participou da Première Brasil do Festival do Rio e levou os prêmios de Melhor Atriz para a protagonista Grace Passô e Melhor Direção para Lucia Murat.  Também em 2017, o longa recebeu o Prêmio Dom Quixote de Melhor Filme no Festival de Havana, e foi selecionado para a Mostra Competitiva do Festival Internacional de Chicago e para o Festival de Talin (Estônia) Black Nights. Em 2018, Praça Paris participou do FEStin em Lisboa, onde a atriz Grace Passô ganhou o prêmio de Melhor Atriz. Este é o primeiro trabalho de Grace Passô no cinema, que já tem uma carreira consolidada como atriz e dramaturga no teatro, e vem conquistando cada vez mais o público, os jurados e a crítica especializada no universo cinematográfico.

Praça Paris é o décimo terceiro longa-metragem da diretora Lucia Murat, premiada diretora, com participações nos festivais nacionais e internacionais. Seu primeiro longa-metragem “Que Bom Te Ver Viva” (1988), estreou no Festival de Toronto. Com “Doces Poderes” (1996), estreou em 1997 no Festival de Sundance e no Festival de Berlim. Em 2003, com “Quase Dois Irmãos” ganhou melhor direção e melhor filme pela FIPRESCI no Festival do Rio 2004, melhor filme no Amazonas Film Festival e melhor filme no Festival de Mar Del Plata 2005. “Maré, Nossa História de Amor” foi selecionado para o Panorama do Festival de Berlim. Em 2010, filmou o documentário “Uma Longa Viagem”, grande vencedor do Festival de Gramado, e em 2013, e lançou “A Memória Que Me Contam”, que ganhou o FIPRESCI no Festival de Moscou.

O roteiro é da própria Lucia e do jovem Raphael Montes, autor de vários livros de suspense vendidos em inúmeros países. Praça Paris é seu primeiro trabalho no cinema como roteirista. Entre seus livros, destacam-se o premiado “Suicidas”, “Dias Perfeitos” (publicado em 14 países), “O Vilarejo” e o “Jantar secreto”. O filme é uma produção Taiga Filmes com a distribuição é da Imovision.

A coprodução internacional conta com uma protagonista portuguesa (Joana de Verona), um ator coadjuvante argentino (Marco Antonio Caponi) e um diretor de fotografia argentino (Guillermo Nieto – fotógrafo de vários filmes de Pablo Trapero). A finalização de imagem do filme foi feita na Argentina e a de som em Portugal.

“A questão da violência sempre me interessou por ter sido parte da minha vida. Praça Paris, no entanto, vai além disso. O filme trabalha sobre o medo e a paranoia numa relação entre duas pessoas com histórias e classes sociais diferentes. O medo do outro me parece algo implantado na sociedade brasileira hoje.  E a partir desse medo sabemos que injustiças, agressões, mortes violentas acontecem, como no filme, um thriller que trabalha a intimidade dos personagens. “, declara Lucia Murat.

DESCASCANDO AO VIVO!
CURRENTLY OFFLINE