Porta dos Fundos lança primeiro curta-metragem do canal

O especial quase musical “A Guiana Sumiu…” tem Fábio Porchat como presidente dos Estados Unidos.

Já pensou o que aconteceria ao mundo se um país simplesmente sumisse? O Porta dos Fundos pensou e produziu o especial quase musical “A Guiana Sumiu…”. Com 22 minutos de duração, o primeiro curta-metragem do grupo estreia no canal dia 17 de agosto e aborda uma crise mundial após o desaparecimento do país da América do Sul. Com trilha sonora original, criada por Gabriel Esteves, “A Guiana Sumiu…” acompanha de forma satírica a trajetória de Fábio Porchat como presidente dos Estados Unidos. Mesmo pouco interessado nos países vizinhos, o presidente busca a melhor forma (ou não) de agir frente ao caos instalado após o desaparecimento de um país que quase ninguém conhece.

Segundo Fábio, a ideia para o curta surgiu há três anos e esteve guardada em sua mente desde então. Com a eleição de Trump, o assunto ficou ainda mais atual: “fala um pouco sobre como não estamos nem aí para quem está a nossa volta”, diz Porchat. Mesmo flertando com musicais, “A Guiana Sumiu…” não seria lançado com esta intenção: “mas eu estava escrevendo e senti que, para dizer o que eu queria, seria mais engraçado como música. Nós temos no Porta o Gabriel Esteves que é um geninho, criador da nossa vinheta musical e que tem muita facilidade com música. Encomendei duas com ele e encaixou perfeitamente”, concluí.

Além de Fábio Porchat, o vídeo conta com Antonio Tabet como secretário de defesa, Noemia Oliveira como presidenta da Namíbia, Estevan Nabote como assessor, e Karina Ramil como chanceler da Alemanha.

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE