Los Silencios, de Beatriz Seigner, vence prêmio em Estocolmo

Longa ganhou o Stockholm Impact Award dedicado ao filme de maior impacto social.

“Los Silencios”, de Beatriz Seigner (“Bollywood Dream – O Sonho Bollywoodiano”), venceu o Stockholm Impact Award, prêmio do 29ª Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, na Suécia, que visa destacar o potencial do cinema de chamar atenção para questões importantes e para os desafios da sociedade, a fim de inspirar a mudança e criar impacto. A diretora estava presente na cerimônia para receber o prêmio feito pelo artista plástico chinês Ai WeiWei, simbolizando a grama, “que cresce em toda parte e mesmo quando é pisada, sempre se levanta”.

“É uma honra para mim receber este prêmio feito por Ai Weiwei, que fortalece nosso poder de seguir em frente e mudar a sociedade como artista, especialmente neste momento em que o Brasil está passando por tempos tão obscuros e desafiadores”, afirmou Beatriz Seigner ao receber o prêmio.

A estreia mundial do filme aconteceu na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes. O longa também participou da Première Brasil no 20º Festival do Rio e da 42º Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, conquistou os prêmios de melhor roteiro, melhor fotografia e melhor som na Mostra Internacional de Cinema de São Luís, melhor direção e melhor filme pela crítica da Abraccine no 51º Festival de Brasília. O filme participa também de festivais de cinema de San Sebastián, Biarritz, Haifa (Israel), Vancouver, Noruega, China e Índia.

O longa conta a história de Amparo (Marleyda Soto), que tem que lidar com o desaparecimento da filha e do marido (Enrique Diaz), enquanto espera seus documentos para passar pela fronteira entre o Brasil, a Colômbia e o Peru, fugindo dos conflitos armados na região. Para o roteiro do filme, que também é assinado por Beatriz, a diretora conversou com cerca de 80 famílias colombianas vivendo no Brasil e na região da fronteira. Com uma equipe formada majoritariamente por mulheres, Sofia Oggioni assina a direção de fotografia, Renata Maria foi responsável pela montagem, a direção de arte ficou a cargo de Marcela Gómez, Ana María Acosta assina o figurino, e Mari Figueiredo, a maquiagem.

A Miríade Filmes e a Enquadramento Produções assinam a produção junto com a conceituada produtora francesa Ciné-Sud Promotion e a colombiana DíaFragma Fábrica de Películas. O filme foi destacado como uma das cinco produções brasileiras para se ficar de olho pela revista do Marché du Film do Festival de Cannes. O Canal Brasil assina a coprodução. “Los Silencios” é uma codistribuição da Descoloniza Filmes com a Vitrine Filmes.

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE