Crítica “Animais Fantásticos 3: O Segredo de Dumbledore”

A sequência de Animais Fantásticos 3 encanta e desencanta com erros de roteiro


Tentando seguir com a história no segundo filme, Animais Fantásticos 3: O Segredo de Dumbledore, pretendia aprofundar a linha principal da narrativa da Saga, a história de Gellert Grindewald (Mads Mikkelsen), além de desvendar os segredos de Dumbledore, neste caso, seja por marketing ou por erro de tradução, não aborda apenas Alvo Dumbledore (Jude Law), mas também, seu irmão Aberforth (Richard Coyle) e Credence (Ezra Miller). A convite da Warner Pictures Brasil, assistimos o novo filme da saga Animais Fantásticos e aqui está nossa crítica ao filme.

No decorrer do filme, o roteiro deixou a desejar e algumas cenas parecem estar apenas justapostas, mas não tem uma conexão por si só, um exemplo é cena inicial, que revela a conexão platônica de Dumbledor com Grindelwald e apena reforça o quão mal ele é e quanto ele odeia os “Trouxas”. A narrativa vai seguir essa linha até o final, falando o quão “badass” é o Grindelwald, inclusive, criando um “Deus Ex Machina” para justificar ele poder novamente ser um “bruxo livre”, onde temos, Vicência Santos (Maria Fernanda Cândido) e Liu Tao (Dave Wong) como concorrentes.

Bem, o filme peca, mas também acerta. A química do elenco parece ajudar a degustar um pouco a narrativa infantilizada e com tom preconceituoso, marca da autora J.K. Rowling que a todo custo vem atacando a população de mulheres trans mundo a fora, refletindo em sua obra que é repleta de referências preconceituosas, sendo discutida recentemente devido a chegada do trailer do jogo mais recente da Warner Games: Harry Potter Legacy; onde o vilão é um elfo que deseja igualdade entre bruxos e elfos. Como ponto positivo, destaco os efeitos visuais, além do “fan service” descarado em alguns momentos, mas não sustenta o pacote completo. O futuro da saga é incerto, devido aos problemas recentes de Ezra Miller e a mudança em todos os filmes do ator que interpreta Grindewald, espera-se que não se prolongue muito e deixe a franquia saturada.

Trailer:

Ficha técnica:
Nome original do filme: Fantastic Beasts: The Secrets of Dumbledore
Diretor: David Yates
Produtores: David Heyman, J.K. Rowling, Steve Kloves;
Distribuidora: Warner Pictures
Roteiro: J.K. Rowling, Steve Kloves;
Duração: 142 minutos
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Infanto-juvenil e Mistério.
Elenco: Alison Sudol, Callum Turner, Dan Fogler, Eddie Redmayne, Ezra Miller, Jude Law, Katherine Waterson, Kevin Guthrie, Mads Mikkelsen, William Nadylam, Jessica Williams, Maria Fernanda Cândido, Poppy Corby-Tuech e Richard Coyle.

Sinopse: Muitos anos depois dos trágicos eventos de “Os Crimes de Grindelwald”, Newt Scamander se envolve numa nova trama que o levará para o Rio de Janeiro e Berlim, além do envolvimento do mundo bruxo com a Segunda Guerra Mundial.

Sinopse
Atuação
Roteiro
Efeitos Especiais
Fotografia
Reader Rating0 Votes
Boa fotografia e efeitos especiais
Parecia que Madds continuou a persona de Johnny Deep, como vilão de desenho