Creed II | Crítica

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Análise sobre a continuação do boxeador Adonis Creed, “Creed II”, da Warner Bros. Pictures (convite da Warner Bros. Pictures Brasil), aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica da trama cinematográfica:

Nome: Creed II

Estreia: 24 de janeiro de 2019 (Brasil) – 2h 10min

Direção: Steven Caple Jr.

Elenco: Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Tessa Thompson, Phylicia Rashad, Dolph Lundgren, Florian Munteanu, Russell Hornsby, Wood Harris

Distribuidora: Warner Bros. Pictures


Após sua luta épica contra Rick “Pretty” Conlan, Adonis Creed segue a construir seu legado e do sobrenome Creed, no mundo do Boxe profissional. Logo no começo do filme, vemos que “Donnie”, sob a tutela de Rocky Balboa, foi aumentando seu cartel contra diversos adversários, até o ponto de finalmente ter seu primeiro desafio ao cinturão dos pesos-pesados.

O filme mantém a pegada implacável e prodigiosa de Adonis, mostrando seu desenvolvimento como pugilista desde Creed: Nascido para lutar, até os eventos de Creed II. Vimos também que Rocky continua a ser um “porto seguro” para o jovem, tanto passando seus ensinamentos esportivos como dando seus conselhos em sua vida pessoal. Um lado muito bom do filme, foi a ênfase maior dada a Rocky não pelo seu lado de lenda do Boxe, mas como pai de família, algo que não foi explorado no primeiro filme, e que o diretor Steven Caple Jr. trabalhou de forma satisfatória na sequência.

O filme também divide sua atenção, além da carreira do protagonista, com seu par romântico, Bianca, agora uma cantora de sucesso. No decorrer do longa, é trabalhada além das questões familiares de Rocky, a família em formação de Adonis. O par tem bastante conexão e uma pitada de drama, com problemas de uma família que está no começo. E o tema “família” não é limitado apenas ao núcleo dos protagonistas. E aqui, cabe destacar uma das maiores virtudes do filme, que foi trabalhar de forma sublime o lado pessoal dos Drago. Desde as severas consequências que Ivan Drago sofreu após sua derrota para Rocky Balboa em Rocky IV, as motivações para seu retorno com o filho e como Viktor Drago foi afetado pela fatídica luta de 30 anos atrás.

E talvez o ponto mais alto do filme, notado pela dupla do Cebola Verde presente na sessão, foram as lutas, em conjunto com a trilha sonora. Impecável, para dizer o mínimo, seguindo a mesma pegada do primeiro filme, foi parte crucial nos momentos chaves do filmes, passando todo o sentimento que a direção pretendia e introduzindo ainda mais o público ao filme.

Creed II é um ótimo filme, que dá mais um passo no desenvolvimento de seus personagens para futuras sequências e aborda temas como autoafirmação, relacionamentos familiares, inclusão e ensinamentos, com uma pitada de nostalgia do Rocky IV aos mais saudosos.

Redigido também por André Fernando Sales Ignacio.

Edição por Volney Tolentino.

Notas
  • Atuação
  • Direção
  • Edição
  • Efeitos Especiais
  • Roteiro
  • Trilha Sonora
4.7

Sinopse

Adonis Creed (Michael B. Jordan) saiu mais forte do que nunca de sua luta contra ‘Pretty’ Ricky Conlan (Tony Bellew), e segue sua trajetória rumo ao campeonato mundial de boxe, contra toda a desconfiança que acompanha a sombra de seu pai e com o apoio de Rocky (Sylvester Stallone). Sua próxima luta não será tão simples, ele precisa enfrentar um adversário que possui uma forte ligação com o passado de sua família, o que torna tudo ainda mais complexo.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR