Team Liquid é campeã do Rainbow Six OGA PIT Minor

9 de dezembro de 2019

Publicado por Volney Tolentino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Tuíte isso
Compartilhar no whatsapp
Enviar no Whatsapp

Equipe brasileira não dá chances para a Spacestation Gaming, vence por 3 a 1 e fatura seu segundo título internacional.

Mais uma vez, o Brasil chega ao topo no cenário internacional de Rainbow Six Siege, e novamente representado pela Team Liquid. Liderada por outra atuação histórica de André “Nesk” e Luccas “Paluh”, a equipe bateu a norte-americana Spacestation Gaming por 3 a 1 na decisão e ficou com o troféu inédito do OGA PIT Minor, disputado na cidade de Split, na Croácia.

Com a conquista, os brasileiros faturaram parte do prêmio total de 75 mil dólares e, de quebra, garantiram uma vaga no Six Invitational 2020, a quarta do país no campeonato mais importante da modalidade, que acontecerá em Montreal, no Canadá. O público pôde acompanhar todas as partidas do OGA PIT Minor nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube.

O título veio após uma campanha sólida. O time do coach Adenauer “Silence” superou Team BDS, Luminosity Gaming e também a brasileira MIBR para chegar à decisão e aguardar o resultado da repescagem para saber quem seria a oponente na grande final.

A disputa pela segunda vaga na decisão ficou entre a Spacestation Gaming e o MIBR, que surpreendeu ao eliminar logo na estreia uma das favoritas ao título – a europeia G2 Esports – e depois levou a melhor contra a própria SSG na semifinal. No entanto, a organização norte-americana passou por duas repescagens e se vingou dos brasileiros na revanche, fechando o jogo em 2 a 0, com dois mapas acirrados do início ao fim.

Na final, a Liquid começou com um ponto de vantagem na série MD5 (melhor de 5 mapas) por chegar a final pela chave dos vencedores e logo abriu 2 a 0 após vencer sem grandes dificuldades no mapa Kafe Dostoyevsky. Com boa rotação no ataque, o time brasileiro conseguiu abrir vantagem e confirmou a vitória por 7 a 3, ao exibir muita consistência nas rodadas de defesa.

O duelo, por pouco, não terminou no mapa Clube. Os norte-americanos reagiram mesmo após estarem perdendo por 5 a 3 e, no overtime, confirmaram seu primeiro triunfo no confronto por 8 a 6. O resultado veio com muita emoção, depois que a Spacestation mostrou calma e frieza no afterplant dos segundos finais da prorrogação.

Entretanto, no mapa Banco, nada parecia capaz de tirar o troféu das mãos dos brasileiros. Novamente, a Liquid abriu boa vantagem nas rodadas de ataque e confirmou a vitória com jogadas de tirar o fôlego e impressionantes 20 eliminações da sua estrela, André “Nesk”. Resultado: 7 a 3 e festa brasileira na Croácia.

Este é o segundo título internacional da Cavalaria e também do Brasil no competitivo de Rainbow Six Siege. O primeiro foi conquistado em 2018, nas finais mundiais da sétima temporada da Rainbow Six Pro League, em Atlantic City, nos Estados Unidos. Em 2019, além do OGA PIT, a Liquid sagrou-se também campeã do Brasileirão em julho, na Game XP.

MIBR elimina G2 e chega perto da decisão

Não foi apenas a Team Liquid que mostrou a força do Brasil no Rainbow Six Siege neste fim de semana. O MIBR surpreendeu e fez a sua melhor campanha em torneios internacionais. Apesar do caminho complicado, o time do coach Guilherme “Guille” mostrou uma nova dinâmica e coletividade para bater a favorita G2 Esports logo na estreia do torneio.

O jogo contra a equipe de Niclas “Pengu” levantou a torcida brasileira com uma atuação histórica dos brasileiros. Mesmo após estar em desvantagem no placar, o MIBR buscou a virada nos mapas Casa de Campo e Consulado para fechar o jogo em 2 a 1.

Na fase seguinte, o time liderado por Jayme “CYBER” derrotou a Spacestation Gaming nas semifinais por 2 a 0 e avançou para a final da chave dos vencedores contra Liquid. No confronto entre brasileiros, melhor para a Cavalaria, que saiu atrás, mas virou o jogo para 2 a 1.

Na revanche diante da SSG, o MIBR passou perto, mas acabou sendo derrotado por 2 a 0. Os norte-americanos conseguiram a classificação para a grande final nos detalhes após vencer no mapas Consulado e Fronteira por 7 a 4 e 8 a 7, respectivamente.

© 2020. Cebola Verde - "Versão 4.0: Cebolovers" / Developed by Mattz

DESCASCANDO!
CURRENTLY OFFLINE