MasterChef BR S03E13 | Crítica

Seja bem-vindo ao décimo terceiro episódio do MasterChef Brasil, com muito mais maldição, proteção e choro na competição!

Vou fazer uma crítica sobre esse episódio de uma maneira BEM, BEM negativa! Saindo totalmente do profissionalismo que temos aqui no site Cebola Verde. Sempre fui de respeitar ambos os lados em uma discussão ou opinião e não curto ficar deixando o meu modo negativo muito explícito, sabe?! Gosto de balancear e ser agradável o máximo possível, exatos 01:31 da madrugada venho-lhes dizer: O QUE FOI ESSE EPISÓDIO?

Quem viu, eu repito a pergunta: O QUE FOI ESSE EPISÓDIO? Sério, não dá pra saber. Há aqueles que defendem a Gleice, como também há aqueles que não curtem a garota. Cada um tem a sua opinião, mas meus amigos, foi muito, muito ridículo. Parece que está forçando uma barra imensa para Gleice continuar no programa. O Rodrigo mostrou que era um competidor forte em cada prova e sempre estava no mezanino. Uma vacilada, um histórico bom foi ao chão num simples passe de mágica, onde a Gleice sempre fica entre os piores… O Rodrigo longe ficou de fazer uma boa trufa, mas uma chance como deram para Gleice 500x não seria demais nessa altura do campeonato né?

Se fosse pra dar uma nota com as Cebolas para esse episódio, claramente seria 0,5/5

Ao longo do tempo vou atualizando a qualquer surgimento de indignação. Não só minha, como de todos no Twitter e grupos no Facebook que sigo.

Obrigado galera e desculpe qualquer incomodo! Aconselho também a olharem para os comentários aí embaixo…

Análises dos episódios da terceira temporada de MasterChef BR: Clique Aqui

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE