CRIA lança série de vídeos de músicas que marcaram a infância do grupo

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Primeiro vídeo é de uma versão dos Saltimbancos, de Chico Buarque.

O grupo CRIA, que faz música voltada para o universo infantil sem subestimar a compreensão e o imaginário das crianças, lançou uma série mensal de vídeos onde vão revisitar a própria memória afetiva. Em ReCRIA, eles vão fazer versões de músicas infantis que marcaram suas vidas. A primeira canção é “Todos Juntos”, dos Saltimbancos, de Chico Buarque. O vídeo está disponível no canal do grupo no YouTube.

“O CRIA surgiu e manteve-se durante anos como um projeto exclusivamente autoral.  Sentimos a necessidade de revisitar as músicas que fizeram parte da nossa infância e vida, e, ao fazer versões próprias, redescobrir as razões pelas quais nos apaixonamos por elas em primeiro lugar”, conta Vinicius Castro, idealizador do projeto, que já adianta que Arnaldo Antunes, Caetano Veloso e Gilberto Gil estão entre os artistas revisitados por eles.

O grupo, que recentemente fez um show com ingressos esgotados no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, ainda é formado pelo percussionista e professor Mateus Xavier (do bloco Sargento Pimenta e do grupo vocal Ordinarius); a cantora e regente Maíra Martins (também do Ordinarius); o clarinete e o clarone de Frederico Cavaliere (Orquestra de Sopros Pro Arte); o  regente, pianista e acordeonista Christian Bizzotto (Orquestra Manouche); e o violonista Ayran Nicodemo (Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do RJ).

Recentemente eles buscaram desconstruir as fronteiras entre a música para crianças e adultos em seu novo disco, “Pra bagunçar”. O trabalho reflete o mundo atual e reimagina as convenções que temos do universo infantil, convidando o público a refletir sobre os personagens, seus arquétipos, clichês e a ressignificar suas histórias. Príncipes, princesas, vilões e super-heróis são desconstruídos de forma bem-humorada e descontraída. O disco conta com arranjos de grandes nomes da música carioca, como Alfredo Del-Penho e Augusto Ordine, e passeia por frevo, maxixe, maracatu, ciranda, jazz e blues.

O segundo álbum do CRIA vem após o bem-recebido “A Família”, lançado em 2013, que trazia divertidas canções sobre as relações familiares e seus membros. O disco foi finalista do Prêmio da Música Brasileira. Ambos os trabalhos estão disponíveis nas plataformas de música digital e no canal do YouTube da banda, que receberá atualizações mensais com as releituras.

VOCÊ TAMBÉM PODE CURTIR