Alan Lopes (Medulla, Planar) se une a Teco Martins (Rancore) e Spin Orbita em novo single

Conhecido por seus poderosos riffs nas bandas cariocas Planar e Medulla, Alan Lopes também é produtor e acaba de lançar o single “Furacão”, que conta com participação de Spin Orbita e Teco Martins, do Rancore. Sucedendo “This House is on Fire”, esta é a segunda música lançada dentro do projeto solo de Alan. Esta fase da carreira do músico marca por ser, pela primeira vez, um trabalho de produção calcado na experimentação e na vontade de criar sem amarras e limitações. A faixa é um lançamento Sagitta Records e já se encontra disponível nas principais plataformas de streaming.

Ouça “Furacão”: http://bit.ly/FuracaoAlanLopes

O single “Furacão” teve sua letra composta por Dudu Valle, que surge na faixa com seu novíssimo projeto Spin Orbita. Ele a cedeu para que Alan Lopes e Daniel Martins (ex-Medulla) a produzissem. Em apenas algumas horas, o arranjo começou a surgir. Estrutura pronta, guia da guitarra já criada, só faltava um vocalista e um baixista.

“Numa epifania sincronizada, eu e o Daniel pensamos juntos no Teco Martins, um grande amigo que a estrada deu. Em 20 minutos ele começou a engatar e a coisa foi ficando mais quente, nessa altura do campeonato já tínhamos a primeira metade da música, que foi quando ele cantou sem pensar em cima de uma introdução: ‘Lá vem o sol, o sol, o sol…’. E isso aos meus ouvidos coloriu a música com um tom leve e esperançoso que eu não havia imaginado, e finalizou com seus inconfundíveis gritos de tons altos”, relembra Alan Lopes.

A temática da letra reflete a instabilidade do mundo contemporâneo, dividido entre grupos polarizados e fogo cruzado ideológico – ou mesmo literal. Versos como “O mundo em guerra em cerco e nós aqui tranquilos” entregam o otimismo da canção, ao mesmo tempo que reconhece as diferenças: “estamos a sós na multidão, nós somos só coração até passar o efeito” – e então retornamos aos lados opostos.

Talvez venha daí o conceito de furacão – um constante estado de caos e confusão. É nestes momentos em que as renovações acontecem. “O melhor para recomeçar é arrumar a casa. Por isso quis trazer essa sonoridade leve, pois não importa o problema, eles vão sempre existir. O que interessa mesmo é que sempre teremos a luz do sol na manhã seguinte para trazer um novo dia de re-organização. Acredito que foi assim que o Teco canalizou ao ouvir o arranjo e acrescentou a parte ‘lá vem o sol’ à letra do Dudu”, explica Alan.

A ficha técnica do single conta com participação de Spin Orbita e Teco Martins, sendo o último também responsável pela  letra, junto de Dudu Valle. O arranjo de “Furacão” foi feito por Alan Lopes e Daniel Martins. Contribuíram com a faixa os músicos Alan Lopes (guitarra e teclado), Patrick Laplan (baixo), Daniel Martins (bateria), Dudu Valle (backing vocals) e Rafael Vieira Alam (programações e synths). A música foi gravada nos estúdios Canto dos Trilhos, Melhor do Mundo Studios e Casa dos Espíritos. A mixagem e masterização é de Pedro Garcia.

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE