“PING”, o dia a dia na região sul da América Latina e no Brasil | SMITE

31 de maio de 2018

Publicado por Volney Tolentino

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no twitter
Tuíte isso
Compartilhar no whatsapp
Enviar no Whatsapp

Por meses os jogadores; Casuais e profissionais têm se queixado com o problema do aumento do PING em sua região, tanto no Brasil quanto no sul da América Latina. A questão foi ficando pior a cada dia, impedindo que essas pessoas joguem normalmente e treinando com suas equipes para o competitivo, entre outras.

No fórum do Reddit, um jogador de SMITE profissional, Opalo, expressou sua insatisfação sobre a situação atual do jogo, cujo afirma não ter conseguido jogar bem por causa da instabilidade em sua região, de 100 a 200, depois para 300.

Segue o link da publicação de Opala no Reddit – Clique aqui!

Para acalmar sua angústia, o jogador tentou ficar na região do Brasil, onde a situação estava “um pouco melhor”, porém, diz que atualmente há um maior alcance de instabilidade de ping, também impossível de jogar e treinar.

Por outro lado, os brasileiros também se expressaram diante das intermitências do jogo, onde também alegam que tiveram que migrar de sua região para a América do Sul, às vezes, para aproveitar o jogo por algumas horas.

Fonte: Revista Smite | Parceiro: Smite Global

© 2020. Cebola Verde - "Versão 4.0: Cebolovers" / Developed by Mattz

DESCASCANDO!
CURRENTLY OFFLINE