Truque de Mestre 2: O Segundo Ato

Análise sobre o segundo filme de Truque de Mestre: O Segundo Ato aqui no Cebola Verde. Confira a ficha técnica do filme:

Nome do Filme: Truque de Mestre: O Segundo Ato (Now You See Me 2)

Estreia: 9 de junho de 2016 (Brasil)

Direção: Jon M. Chu

Elenco: Lizzy Caplan, Mark Ruffalo, Daniel Radcliffe, Dave Franco, Woody Harrelson, Michael Caine, Jesse Eisenberg


NOTA: Essa será a primeira crítica/análise de um filme aqui no site. Devo admitir que estou ansioso e com um certo receio dos possíveis comentários. Não vou pegar pesado, pois não sou “super” cinéfilo*, mas curto bastante esse ramo e faço por hobby. Em nenhum momento irei falar algo que não tenho certeza. Então vamos lá:

Truque de Mestre rendeu diversas opiniões, muitas delas a favor e contra o seu legado, em seu primeiro filme. Neste segundo há de se ver o mesmo padrão de críticas, favor e contra. Em si, o público que não tem nenhum problema de isso e aquilo irá se divertir e curtir o filme. Já aqueles que irão ver o filme com mais cuidado e com a “perninha” no primeiro irá desgostar de alguns fatores. Um dos problemas foi claramente por dois fatores: anedotas chatas e a falta de mágica.

Diferente do primeiro filme, eles não exploraram tanto as mágicas; e conhecemos o irmão gêmeo de Merritt McKinney. Ele é aquele cara brincalhão e metido ao inteligente, só que não se saiu muito bem no filme. Woody Harrelson fez ambos os personagens da família McKinney e digo, ele é um ótimo ator. O Segundo Ato teve mais cenas de lutas, e claro, todos os Quatro Cavaleiros usando o seu dom a favor. O sentimento de vingança é o desfecho do filme, que faz todo o sentido. Agora o lado que foi, “é uma caixinha de surpresas”…

Henley Reeves (Isla Fisher), que fez o primeiro filme sendo a sacerdotista, deu lugar a Lola (Lizzy Caplan) que se saiu muito bem no papel, obteve um romance agradável com Jack Wilder (Dave Franco). Tirou o pé de um filme sério para um filme mais descontraído, obviamente. Continuamos com os “três golpes” (o primeiro de apresentação, o segundo e o terceiro grand-finale), mantendo a ideologia que o grupo não faz o errado e sim, ajuda o povo dando uma uma lição de “mágica” para aqueles que fazem o mal. Dylan Rhodes (Mark Ruffalo) não tem mais aquela força em seu trabalho na FBI e então, se entrega totalmente ao Olho, tendo em mente que ele é o líder. Na base de um roteiro simples, Truque de Mestre 2 tem seus acertos e erros, e está longe de ser um grande filme.

* Cinéfilo > aquele que ama o cinema e é especialista no assunto.

Volney Tolentino

Designer Gráfico, Editor, Técnico de Mecânica Industrial, Nerd, Geek, Hipster Incubado, Fundador da Wing_Storm Entertainment, Protestante, Torcedor do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Clube de Regatas do Flamengo e Dono na Thyskens Productions.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE