LEGO Batman: O Filme | Crítica

Análise sobre o filme LEGO Batman: O Filme da Warner Bros., aqui no site Cebola Verde. Confira a ficha técnica do filme:

Nome do Filme: LEGO Batman: O Filme (The LEGO Batman Movie)

Estreia: 09 de fevereiro de 2017 (Brasil) – 1h 45min

Direção: Chris McKay

Dubladores: Duda Ribeiro, Guilherme Briggs, Marcio Simões, Andreas Avancini, Julio Chaves e Guilene Conte

Distribuidora: Warner Bros. Pictures


“Diversão”, essa seria a palavra certa e objetiva para descrever o filme do Batman em LEGO. O segundo filme do modo LEGO conseguiu manter o padrão de diversão e comédia do primeiro. Poucos sabem desse novo método de animação e não botam muita fé, mas pode apostar que é muito divertido! Algo que consegue agradar o público dos pequenos, juvenis e maiores.

LEGO Batman: O Filme é uma obra de entretenimento e zoação de Chris McKay, onde a história foca nas adversidades de Bruce Wayne em ser o Batman, de modo totalmente despojado e cômico. Devo salientar que a proposta do filme é sobre família e solidão. E olha, o filme consegue retratar isso muito bem. Aquele sentimento amargo e áspero é transmitido para o espectador tanto diretamente quanto indiretamente. Alguma parte do filme, você sente o que o protagonista está passando. As referências estão em todas as partes do filme, chega até brincar com a própria produtora Warner (vimos isso em Deadpool de 2016 pela FOX). Não há xingamentos, obviamente por ser um filme de classificação livre e para todos os públicos. As piadas são bem construídas e engajadas, fora algumas que são bem toscas, não irei aliviar nesse quesito. E muito se pensa sobre o “forçado” que geralmente costuma a ter na comédia, porém não há – como tinha dito, bem elaboradas.

A trama se passa depois dos acontecimentos de Batman v Superman: Origem da Justiça, não leve tanto a sério isso (é só para se situar) e conta como um Batman velho se comporta em seu dia a dia. Já que Bruce não vive mais com seus pais há anos e sua única motivação é combater o crime; Dick Grayson, o órfão com incríveis habilidades físicas , aparece em sua vida. Há um romance bem paraguaio (do modo positivo) também. A construção do enredo é boa, porém o início é muito devagar e sonolento. Quando chega no desenvolvimento, onde realmente conta a trama inicial, as coisas começam a surgir efeito e você vai querendo mais – ou seja, há um crescimento exponencial incrível.

A dublagem para português é ótima, devo destacar. Os efeitos de LEGO são algo novo no ramo e funcionam, aqueles que amam brincar de LEGO irá adorar. A trilha sonora é muito boa, agrada! Ela se encaixa perfeitamente nos momentos mais inoportunos que se pode ter, com a certa; sem quebrar o efeito proposto.

Com toda certeza, você que curte o universo DC e acompanha o trabalho LEGO nas telonas irá se apaixonar! E terá vontade de assistir novamente para caçar todos os easter eggs e referências que foram colocados. A peteca não caiu nenhuma vez e o longa não dá pontas de uma nova continuação, mas abre margem para o universo LEGO.

Volney Tolentino

Designer Gráfico, Editor, Técnico de Mecânica Industrial, Nerd, Geek, Hipster Incubado, Fundador da Wing_Storm Entertainment, Protestante, Torcedor do New England Patriots, Los Angeles Lakers e Clube de Regatas do Flamengo e Dono na Thyskens Productions.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE