Chris Pratt fala mais sobre James Gunn em GdG VOL. 3: “Não é um momento fácil”

Já se passaram semanas desde que James Gunn foi demitido pela Disney, mas as consequências ainda estão sendo sentidas e ouvimos relatos conflitantes sobre se ele ou não, em última análise, irá dirigir “Guardiões da Galáxia Vol. 3“. O presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, está lutando contra todo o elenco da trilogia que falou em sua defesa como parte de uma carta aberta; declarando seu apoio ao amigo.

Agora, Chris Pratt falou mais sobre isso e como ele está se sentindo agora. “Não é um momento fácil”, ele explicou em entrevista recente à AP. “Todos nós amamos James e ele é um bom amigo nosso, mas também adoramos fazer os Guardiões da Galáxia. É uma situação complicada para todos. E você sabe, só queremos seguir em frente e fazer o que é certo e ser o melhor para as pessoas.”

Para mim, parece que Pratt retornará ao papel de Senhor das Estrelas, aconteça o que acontecer. Questionado sobre como foi saber que Gunn foi demitido no dia anterior à sua aparição na Comic-Con em julho, o ator deixou claro que não foi exatamente fácil.

“Eu adoro ir para a Comic-Con, mas acabei não fazendo muitas entrevistas naquela época porque era tão chocante”, acrescentou Pratt. “Tudo o que sei é que dedicamos muito tempo, pensamos e nos esforçamos na declaração que divulgamos sobre isso. E acho que todos nós queremos que essa afirmação seja essencialmente o que temos a dizer sobre isso. E nós éramos muito claros; e honesto sobre como nos sentimos. “

O que vocês acham dessas observações? Não deixe de nos informar seus pensamentos no lugar habitual.

Volney Tolentino

Jovem dinâmico, que detém o poder central dos Cebolas Verdes; Um clã no interior (sigilo) da imensa África Subsaariana. Sua missão é fazer o bem como designer, crítico de cinema, professor de inglês e amante esportivo.

Estamos ao vivo!
CURRENTLY OFFLINE